• Home
  • > Notícias
  • > StartOut Brasil anuncia novidades e destinos das próximas missões
quinta-feira, 06/12/2018
StartOut Brasil anuncia novidades e destinos das próximas missões

São Paulo, novembro de 2018 – Em comemoração ao aniversário de um ano do StartOut Brasil, o programa teve uma participação especial no 2° Fórum de Inovação Startup Indústria, realizado dentro da Conferência Anual de Startups e Empreendedorismo (CASE), maior evento latino-americano do setor, realizado nos dias 29 e 30 de novembro em São Paulo.


“Começamos a discutir com maior profundidade de que forma poderemos contribuir com o ecossistema de inovação brasileiro. Nós aprendemos a usar e a potencializar as iniciativas do Poder Público com um censo de urgência. Estamos unindo todas as nossas ações no MDIC voltadas para a indústria do futuro e para inovação”, afirma Marcos Jorge de Lima, Ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).


No final da tarde, o StartOut foi destaque no “Painel 3 – Internacionalização de startups brasileiras. Caso StartOut Brasil: balanço, novidades e destinos 2019”. Nele, Christian Pensa, Sócio e Conselheiro Estratégico da BirminD, startup que participou dos ciclos de imersão em Berlim e em Paris do StartOut Brasil, foi mediador da mesa de discussão composta por Alessandro Dantas, Diretor de Inovação e Propriedade Intelectual da Secretaria da Inovação e Novos Negócios do MDIC; Célio Cabral, Gerente da Inovação do Sebrae; Ricardo Santana, Gerente de Investimento da Apex-Brasil; Luis Fernando Corrêa da Silva Machado, Chefe da Divisão de Ciência e Tecnologia do Ministério das Relações Exteriores; e Sheila Oliveira Pires, Superintendente Executiva da Anprotec.

Iniciativas como o StartOut preparam empreendedores para se conectarem com mindsets globais e mercados internacionais por meio de consultorias, capacitações, mentorias e interações com os ecossistemas de inovação no mercado-alvo”, comenta Célio Cabral, Gerente da Inovação do Sebrae.


Os palestrantes apresentaram resultados do programa e anunciaram que o próximo ciclo de imersão será realizado em Santiago (Chile), com missão entre os dias 24 e 29 de março de 2019.  O Chile é o melhor país para se iniciar um negócio na América Latina, de acordo com a última edição da Global Entrepreneurship Index – América Latina. 

Mas as missões não ficarão restritas aos nossos vizinhos. No próximo ano, as startups também poderão contar com imersões em Toronto (Canadá), um dos 20 melhores ecossistemas de startups do mundo; Londres (Inglaterra), classificada como um dos principais centros financeiros e culturais do planeta; e para fechar o ano com chave de ouro, o StartOut Brasil irá levar startups para um dos ecossistemas de inovação mais promissores do mundo, Xangai (China).


As datas destas últimas missões ainda não foram definidas, contudo a ordem citada não sofrerá alterações.
Além disso, a novidade é que, em 2019, até 20 startups poderão participar das missões, sendo 15 vagas reservadas para as startups que nunca tiveram essa oportunidade ou que participaram de apenas uma edição, e até cinco vagas para as graduadas, ou seja, startups que já estiveram em dois ou mais ciclos de imersão.


“O Brasil representa 3% do mercado mundial. Tem aí 97% ainda para ser explorado. Quando começamos com o StartOut, tínhamos uma série de startups brasileiras que desenvolviam soluções incríveis e empresas que precisavam delas para cumprir parte do seu processo e ganhar maior competitividade. Para 2019, temos quatro destinos importantes que não foram escolhidos de forma aleatória. Tem um estudo muito forte por trás disso. Fizemos uma análise minuciosa desses mercados. Foi um trabalho árduo de levantamento de todo o potencial de mercado, ecossistema, núcleos de aceleradoras, convergência com as nossas demandas e ofertas”, comenta Ricardo Santana, Gerente de Investimento da Apex-Brasil.


No segundo dia, o painel “Internacionalização de startups - Experiências StartOut Brasil” contou com a participação de Fernanda Checchinato (Aya Tech), Carlos Mira (Truckpad), Hildo Rocha (Shelfpix) e Rogério Junqueira Machado (Reciclapac), que participaram das edições anteriores do StartOut Brasil. Os empreendedores estiveram no palco Sebrae Like a Boss, comentando sobre suas experiências e como o programa contribuiu com seus negócios e eventuais inserções em mercados internacionais. 


“Nós participamos do StartOut Brasil ciclo Paris e ciclo Miami, que foram muito interessantes. O programa nos colocou em contato com matchmakers que vão fazer parcerias com algo que você procura, como investidores, incubadoras, parceiros, entre outros. É difícil chegar em um país em que você não entende da legislação e começar a vender seu produto. O StartOut facilitou muito esses contatos e mudou a visão que a nossa empresa tem a respeito da internacionalização em outros países”, finaliza Fernanda Checchinato, fundadora e CEO da Aya Tech.


Sobre o StartOut Brasil


O StartOut Brasil é um programa de apoio à inserção de startups brasileiras nos mais promissores ecossistemas de inovação do mundo. Realizado pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), Ministério das Relações Exteriores (MRE), SEBRAE e Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec), o programa já passou por Buenos Aires, Paris, Berlim, Miami e Lisboa e auxiliou no processo de internacionalização de 56 startups.
 

MAIS INFORMAÇÕES

imprensa@apexbrasil.com.br
Tel.: (61) 2027-0775
 

 +55 61 2027-0202

SAUN Quadra 05 Lote C Bloco B, Torre II,
Salas 1201 a 1701 Centro Empresarial CNC
Asa Norte, Brasília - DF, 70040-250

Apex Brasil - Logo

© Todos os Direitos Reservados - Apex-Brasil