terça-feira, 12/09/2017
PARTICIPAÇÃO NA PET FAIR ASIA DEVE RENDER US$ 3,3 MI

As empresas brasileiras que estiveram presentes na Pet Fair Asia, de 24 a 27 de agosto em Xangai, já estimam negócios na ordem dos US$ 3,3 milhões ao longo dos próximos 12 meses. O Pavilhão Brasileiro do evento, iniciativa do Projeto Pet Brasil, reuniu cinco companhias que efetuaram 269 contatos com empresários – compradores diretos, distribuidores, atacadistas e pet shops - de países como China, Irã, Japão, Coreia do Sul, Índia, Irã, Malásia, Tailândia e Singapura. O projeto é uma parceria entre a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil),

Entre os destaques da participação, identificados pelos expositores nacionais, está a alta procura dos visitantes por produtos brasileiros com qualidade e competitivadade para entrar no mercado pet asiático. A China, sozinha, possui cerca de 39 milhões de cães e gatos e 168,2 milhões de peixes, dentro de um total de 288,8 milhões de animais de estimação, de acordo com a Euromonitor (2013). Além disso, estima-se que o mercado pet chinês tenha valor de US$ 2 bilhões, segundo a organização da Pet Fair Asia.

Estiveram no Pavilhão Brasileiro organizado pelo Projeto Pet Brasil as empresas Bob Dog/Fosferpet, Poli-Nutri Alimentos, Hercosul, Rush Direct  (petfood) e Pet Society (pet care)

Sobre a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação

A Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet) representa a indústria Pet, que congrega os segmentos Pet Food (alimento e ingredientes), Pet Vet (medicamentos veterinários) e Pet Care (equipamentos, acessórios e produtos para higiene e beleza). A entidade fortalece o setor por meio de ações que contribuem para o desenvolvimento de seus associados e também para aumentar a percepção de que os benefícios da relação entre seres humanos e animais de estimação se estendem a toda a sociedade.

A Abinpet desenvolveu a ferramenta de coleta de dados mais confiável do mercado: o Painel Pet, que é mantido atualizado por dados e informações enviados pelos integrantes do setor. Em 2016, o faturamento da Indústria Pet atingiu R$ 18,9 bilhões. É cada vez maior a participação desse setor na economia nacional e, por isso, é parte relevante do agronegócio: cerca de 67,3% do faturamento deverá vir dos produtos para nutrição animal, cuja composição é 95% agropecuária, com ingredientes como milho, soja, arroz, trigo e carnes de aves, bovinos e peixes.

Todos os produtos da indústria de alimentos e medicamentos veterinários são fiscalizados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), na Secretaria de Defesa Agropecuária (DFIP, DIPOA e Vigiagro).

A Associação é referência técnica para o setor e publica há nove anos o Manual Pet Food Brasil, adotado pelas principais fabricantes de alimento como guia de boas práticas. O Manual contém informações sobre os padrões técnicos e de qualidade de matérias-primas, parâmetros nutricionais, metodologias analíticas aplicáveis e condições ideais de produção para garantir alimentos seguros aos mercados nacional e internacional. Sua atualização ocorre a cada dois anos, considerando o desenvolvimento do setor.

2PRÓ Comunicação

imprensa@abinpet.org.br

(11) 3030-9404/9436