sexta-feira, 20/04/2018
INVASÃO BRASILEIRA EM ANNECY

No Festival Internacional de Cinema de Animação de Annecy, que ocorre de 11 a 16 de junho na cidade de mesmo nome, o Brasil mostra a força de sua indústria de animação por meio de diversas iniciativas coordenadas pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e parceiros. A “invasão brasileira” em Annecy ocorre a partir da ampliação da presença de produtores e animadores brasileiros, apresentação de conteúdo em mostras especiais, campanha publicitária exclusivamente criada para o Festival, palestras, painéis, exposição e shows de música brasileira. O Brasil estará também muito bem representado nas sessões competitivas do Festival: são oito obras selecionadas, entre curtas, séries de TV, obras publicitárias e um longa-metragem.

Atuarão de forma integrada no Festival e no Mifa - Mercado Internacional de Filmes de Animação, quatro projetos setoriais que promovem as exportações dos segmentos de audiovisual e música, parcerias da Apex-Brasil com entidades setoriais. São eles: Brazilian Content (produção de conteúdo para TV e mídias digitais), Cinema do Brasil (cinema), FilmBrazil  (filmes publicitários) e Brasil Music Exchange (música).

Nos últimos quatro anos, a presença brasileira no Mifa se dava com um grupo de oito a dez empresas ligadas ao projeto Brazilian Content, com bons resultados. Neste ano, com a integração dos projetos setoriais e com a homenagem à animação brasileira, serão 42 empresas no evento, entre produtoras do Brazilian Content, Cinema do Brasil e FilmBrazil, além d produtoras de áudio ligadas ao Brasil Music Exchange. O espaço brasileiro no Mifa passará de 9m² para 45m².

“Nosso objetivo é promover a animação brasileira e gerar novos negócios, parcerias e coproduções para as empresas brasileiras. Temos uma história de empreendedorismo, criatividade e inovação que já dura mais de 100 anos e que possibilitou ao país desenvolver um conteúdo de alta qualidade, contemporâneo e global”, afirma Márcia Nejaim, diretora de Negócios da Apex-Brasil.

As iniciativas de promoção de imagem do Brasil realizadas pela Apex-Brasil durante o evento integram a campanha de comunicação internacional Be Brasil. A ideia é homenagear os 100 anos da animação brasileira. Com a assinatura “’100 anos em 100 segundos” e a ajuda de diversos animadores, a campanha promove a história e os talentos do país. Além de um vídeo, estão previstas ações digitais, comunicação visual no Festival e no MIFA e peças de mídia exterior espalhadas pela cidade francesa.

Clique aqui para ver o vídeo.

O mercado brasileiro está passando por uma fase de expansão que não passou despercebida pelos organizadores de Annecy. De acordo com veículos especializados do setor, 2017 foi o melhor momento do setor em 22 anos, com o lançamento de sete longas metragens. Além disso, outros 25 longas estão atualmente em produção. As séries de animação também mostraram força, já que nos últimos dez anos sua produção passou de duas para 44 séries, com grande êxito no Brasil, América Latina e outros territórios. O Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) provou ser um agente importante para esse crescimento. Gerido pelo Ministério da Cultura, por meio da Ancine, investiu R$ 109 milhões neste tipo de produção (para cinema e TV) desde 2007.

 

Palestras, exposições e shows

O festival contará com palestrantes brasileiros em painéis, além da sessão exclusiva sobre o Brasil, o Territory Focus. Um dos palestrantes é Ruben Feffer, CEO da Ultrassom, empresa responsável pelas trilhas sonoras de sucessos da animação brasileira como “O menino e o mundo” e “Guida”, ambos premiados em Annecy e também pela trilha sonora de “Tito e os pássaros”.  Feffer estará no painel “The soundtrack as a fundamental element of animated feature films”. A outra palestrante será a produtora Celia Catunda, da TV Pinguim, produtora responsável por Show da Luna e Peixonauta, duas séries de TV produzidas no Brasil que já foram vendidas para mais de 150 países.

O Brasil também terá um representante no júri na atividade “Shoot the book”: Fábio Yabu, que escreveu Princesas do Mar, livro que se tornou uma série de TV do mesmo nome, coproduzida com Austrália e Espanha em 2004 e vendida para diversos países.

Um show do rapper brasileiro Emicida também ocorrerá na festa de abertura do MIFA.  Músicas de Emicida integram a trilha do premiado O Menino e o Mundo. 

Haverá ainda durante o Festival uma exposição organizada pela ABCA (Associação Brasileira de Cinema de Animação) em parceria com o Ministério da Cultura para destacar a história da animação do Brasil. Mostras especiais com conteúdos brasileiros, com curadoria do Anima Mundi, o principal festival de animação nacional, também acontecem durante o evento. Uma dessas sessões terá como tema os Commissioned Films, filmes publicitários, videoclipes e filmes feitos por encomenda. O Anima Mundi selecionou 32 desses trabalhos produzidos nos últimos anos.

Parceiros como Ministério das Relações Exteriores e Ancine (Agência Nacional de Cinema) também fazem parte das organizações brasileiras que apoiam a delegação este ano no evento.

 

Confira as produções indicadas para premiações em Annecy:

 

Categoria: TV Films:

 

Coala Filmes, indicado pela série de TV Angeli the Killer – episódio “Delírios de um Amor Louco”

https://www.annecy.org/programme/fiche:film-20181931


Copa Studios – indicada pela série d eTV Irmão de Jorel- episódio “Eject Especial”

https://www.annecy.org/programme/fiche:film-20180882

 

Categoria: Short Films in Competition

 

Guaxuma, de Nara Normande https://www.annecy.org/programme/index:film-20181938

 

Categoria: Off-Limits Short Films in Competition

 

Garoto transcodificado a partir de fosfeno, de Rodrigo Faustini

https://www.annecy.org/programme/index:film-20182371


Categoria: Perspectives Short Films in Competition

 

Almofada de Penas, de Joseph Specker

https://www.annecy.org/programme/index:film-20181646

 

Categoria: Commissioned Films in Competition

 

A Troca, Mateus de Paula Santos

 https://www.annecy.org/programme/index:film-20182989

 

DayOne "Sunshine", de Guilherme Marcondes https://www.annecy.org/programme/index:film-20183014

 

Leica "Everything in Black and White", de Mateus de Paula Santos

https://www.annecy.org/programme/index:film-20182971

 

Para Zé Brandão, diretor criativo do Copa Studio, o sucesso das participações prévias do Brasil em Annecy levaram o festival a homenagear o país neste ano. Ele menciona produções premiadas no festival, como o curta-metragem “Guida” e os longas “História de Amor e Fúria” e “O menino e mundo”. “O que me deixa mais feliz com a indicação de ‘Irmão do Jorel” na competição de 2018 é que ela não se deveu a homenagem: na verdade, nós fomos selecionados entre candidatos de 95 países”, comenta.

Para Cesar Cabral, diretor da Coala Filmes, a seleção em uma categoria tão competitiva – que neste ano recebeu mais de três mil candidaturas – é muito relevante. “É muito difícil ser selecionado em um festival desta importância. Estamos na fase de pré-produção da segunda temporada de Angeli the Killer e o fato de termos sido selecionados, certamente abrirá outras oportunidades para nosso projeto”, afirma.

 

Conheça os Projetos setoriais realizados em parceria com a Apex-Brasil envolvidos na ação:


BRAZILIAN CONTENT

O Brazilian Content é um programa sem fins lucrativos que tem como metas promover novas oportunidades de coprodução e exportação de conteúdo audiovisual para produtores brasileiros, principalmente no setor de TV e mídias digitais. O Brazilian Content foi estabelecido em 2004 por meio de uma parceria entre a Brasil Audiovisual Independente (BRAVI) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura (SAv/MinC).

CINEMA DO BRASIL

Programa de exportação do audiovisual que apoia e promove filmes brasileiros em festivais e mercados. Realizado pelo SIAESP (Sindicato da Indústria Audiovisual do Estado de São Paulo) tem o suporte financeiro da Apex-Brasil, apoio do Ministério das Relações Exteriores, Ministério da Cultura e Ancine. Em 2018, já são mais de 50 filmes selecionados para festivais e oito prêmios na Berlinale.

FILMBRAZIL

Criado em 2003, o projeto FilmBrazil é uma iniciativa da Associação Brasileira da Produção de Obras Audiovisuais (APRO), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Tem como meta principal promover as produtoras e talentos brasileiros, agregando valor ao setor, assim como fortalecer a imagem do nosso país no exterior. Somado a isso, proporcionamos aos nossos parceiros internacionais todo o suporte necessário para a produção de filmes publicitários no Brasil. Hoje, o projeto representa 80% da produção publicitária brasileira por meio de mais de 50 produtoras que se destacam nos segmentos de música, produção, direção, pós-produção, animação e infraestrutura.

BRASIL MUSIC EXCHANGE

O Brasil Music Exchange (BME) é um projeto de auxílio à exportação de música desenvolvido desde 2002 por meio de uma parceria entre a Brasil Música & Artes (BM&A) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Para essa finalidade, o BME realiza diversas atividades de promoção de negócios e imagem internacional. O público-alvo são empresas que atuam no mercado da música – gravadoras, selos, editoras, managers, agências de produção de música original e plataformas tecnológicas – que já exportam ou tenham interesse em iniciar esse processo.

 +55 61 2027-0202

SAUN, Quadra 05, Lote C, Torre B
Centro Empresarial CNC - Asa Norte
Brasília - DF - CEP 70040-250

Apex Brasil - Logo

© Todos os Direitos Reservados - Apex-Brasil