quinta-feira, 08/11/2018
CAFÉ: ESTUDO REVELA OS CINCO MERCADOS MAIS PROMISSORES

A empresa de pesquisa de mercado Euromonitor International identifica em seu novo relatório, “Five Most Promising Markets in Coffee”, oportunidades em mercados de café ao redor do mundo. O estudo apresenta uma visão global do consumo de café e identifica cinco países com maior potencial no setor: Brasil, Estados Unidos, Indonésia, Alemanha e Japão.

Angelica Salado, analista sênior da Euromonitor International, comenta que “as empresas acreditam erroneamente que mercados maduros não oferecem oportunidades para novas marcas. No entanto, o café pode apresentar excelentes oportunidades de inovação em diferentes canais e formatos, mesmo em mercados maduros.”

1.    Brasil: Depois de ultrapassar os EUA em 2014, o Brasil se tornou o maior mercado de café globalmente, representando 15% do volume total de café no mundo. O consumo de café tem apresentado um crescimento constante mesmo durante a recessão econômica, com taxas de crescimento acima da média global. Enquanto o café torrado e moído ainda domina o mercado, o futuro do setor no Brasil depende de novos tipos de café, como cápsulas e grãos.

2.    Estados Unidos: Os EUA apresentam um mercado de café maduro com taxas de crescimento abaixo da média global considerando volume total de vendas. Apesar das preocupações constantes sobre sustentabilidade, preço e qualidade, as cápsulas de café superaram os grãos e se tornaram o segundo formato de café mais proeminente no país. O futuro do café norte-americano depende de ofertas premium e convenientes, sendo que as cafeterias e lojas especializadas são os principais impulsionadores desse mercado.

3.    Indonésia: Com o volume total de vendas atingindo 735 mil toneladas em 2018, o café na Indonésia se torna cada vez mais relevante para os consumidores que procuram reproduzir em casa a experiência do Foodservice. A urbanização crescente e os estilos de vida mais exigentes estão levando os consumidores a optarem por produtos convenientes e, na indústria de café da Indonésia, isso se traduz em um aumento na demanda pelo café instantâneo.

4.    Alemanha: Enquanto um determinado formato de café tende a dominar o setor nos outros quatro países, o consumo de café na Alemanha é bem proporcionado, apresentando oportunidades para inovação e novas marcas. Sustentabilidade e rastreabilidade, no entanto, são fatores importantes na decisão de compra dos consumidores à medida que os alemães demonstram interesse em entender toda a cadeia de produção de café e em ter um consumo responsável.

5.    Japão: O consumo de café deverá ser duas vezes maior que o consumo de chá no Japão até 2022. O café em grão é o formato mais proeminente, representando 32% do volume total de vendas em 2018. Por outro lado, as vendas de cápsulas deverão perder o ritmo de crescimento devido ao espaço limitado nos lares japoneses em áreas urbanas.
Faça o download gratuito do estudo da Euromonitor International: http://bit.ly/café_apex_emi

Sobre a Euromonitor International
A Euromonitor International é uma empresa global de pesquisa e consultoria sobre o mercado de bens de consumo e serviços. Com sede em Londres e mais de 40 anos de atuação, somos líder no fornecimento de inteligência de negócios e análise estratégica de mercado para empresas em todo o mundo. Oferecemos soluções de pesquisa customizada e publica anualmente informações sobre desempenho e tendências de 30 setores em até 100 países, além de agregar dados demográficos e socioeconômicos de países e consumidores.