• Home
  • > Notícias
  • > BRASIL ESPERA US$ 20 MILHÕES EM NEGÓCIOS COM O ORIENTE MÉDIO
sexta-feira, 17/02/2017
BRASIL ESPERA US$ 20 MILHÕES EM NEGÓCIOS COM O ORIENTE MÉDIO

 

Dubai, 16 de fevereiro de 2017 – Empresas associadas à ABIMO  e que fazem parte do Projeto Brazilian Health Devices, executado pela entidade em parceria com a
Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), estiveram presentes em Dubai para participar de três feiras:  a Arab Health, segunda maior feira na área da saúde do mundo e principal evento de equipamentos médicos da região; a MEDLAB, voltada totalmente para o setor de laboratório; e a AEEDC (International Dental Conference & Arab Dental Exhibition), maior feira odontológica do Oriente Médio e Norte da África. Acompanhe os resultados desses importantes eventos do calendário do BHD:

 

Arab Health

A Arab Health, que aconteceu entre os dias 30 de janeiro e 2 de fevereiro, recebeu mais de 4 mil expositores e 120 mil visitantes de 160 países. Embora seja realizada no Oriente Médio, ganhou expressão mundial nos últimos anos, atraindo expositores e visitantes de todas as partes do mundo.

 

Atrasorb, Baumer, BCF, Biomecânica, BR GOODS, Carci, Casex, CBEMED, Corcam, Deltronix, DFV, Drillermed, Fanem, GMI, Hpbio, Hospitalar, Hospimetal, Indusbello, Inpromed, Instramed, Ibramed, Loktal, Magnamed, Medicone, Olidef, Óssea, Phoenix Luferco, Samtronic, Scitech, Sismatec, Timpel e Traumec foram as empresas associadas que participaram da feira, que resultou em 2.300 contatos. Os negócios fechados durante o evento chegaram a US$ 320,9 mil, com expectativa de US$ 14 milhões de negociações futuras para os próximos 12 meses.

 

MEDLAB

Esse foi o primeiro ano em que a MEDLAB aconteceu fora da Arab Health.  De 6 e 9 de fevereiro, as companhias brasileiras Bioclin, Biomedtech, DK Diagnostics, Indrel, Labtest, LB Diagnóstica e Lupetec tiveram a oportunidade de participar de uma importante plataforma de negócios em busca de novos mercados. As companhias apresentaram ao Oriente Médio reagentes de diagnóstico ou de laboratório, diagnóstico in vitro, aparelhos e instrumentais para análises clínicas, testes laboratoriais, refrigeradores para laboratório e produtos para hematologia.

 

Durante os quatro dias de evento, foram realizados 569 contatos com potenciais compradores e US$ 1 milhão foi a expectativa de negócios para os próximos 12 meses.

 

Quase não há produção nacional do setor de laboratórios e a região é bastante dependente de importações. Também por esse motivo as perspectivas para exportar para o Oriente Médio são sempre positivas, por significar diversificação de mercados.

 

AEEDC

A AEEDC ocorreu entre os dias 7 e 9 de fevereiro. É um evento de grande importância para o mercado odontológico mundial, principalmente no cenário do Oriente Médio e Norte da África. Nesta edição, o evento contabilizou 893 contatos realizados, US$ 1,3 milhão de negócios concluídos durante o evento e mais de US$ 5 milhões esperados para os próximos 12 meses. Aditek, Angelus, Bio-Art, Bionnovation, Cristófoli, Dentscler, DFL, DFVasconcellos, DSP Biomedical, Indusbello, Maquira, Microdont, Olsen, ROIC, SIN Implantes, Systhex, Titanium Fix, e XDENT foram as empresas brasileiras presentes na feira.

 

“Os árabes têm grande simpatia pela cultura brasileira, gostam de negociar com brasileiros, buscam produtos de alta qualidade, mas a preços acessíveis, e o país ganha competitividade considerando essas variáveis”, ressalta Clara Porto, gerente de projetos e marketing internacional da ABIMO.

 

Sucesso na última edição, empresas brasileiras tiveram novamente à disposição a Brazilian Hands On Area, ação especial para promoção dos produtos oferecidos pelas companhias. “O espaço possibilitou às empresas que não apenas realizassem a promoção comercial tradicional de maneira passiva nos stands, mas que fizessem uma promoção comercial mais técnica, com demonstrações práticas de seus produtos a seus distribuidores, potenciais clientes, dentistas e, por meio de um procedimento mais técnico e dinâmico, atraíram mais visitantes”, explica Clara.

 

SOBRE O BRAZILIAN HEALTH DEVICES

O PS (Projeto Setorial) Brazilian Health Devices, executado pela ABIMO em parceria com a Apex-Brasil, tem como missão fomentar as exportações das indústrias de artigos e equipamentos da área da saúde. Brazilian Health Devices é a marca que reúne as indústrias exportadoras do setor e as representa internacionalmente.

 

SOBRE A ABIMO

A ABIMO (Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos, Odontológicos, Hospitalares e de Laboratórios) é a entidade representante da indústria brasileira de produtos para a saúde que busca promover o crescimento sustentável do setor no mercado nacional e internacional.

 

SOBRE A APEX-BRASIL

A Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) tem a missão de desenvolver a competitividade das empresas brasileiras, promovendo a internacionalização dos seus negócios e a atração de investimentos estrangeiros diretos. A Apex-Brasil apoia, atualmente, mais de 12 mil empresas de 80 setores produtivos da economia brasileira, que exportam para mais de 200 mercados. A Agência também coordena os esforços de atração de IED (investimentos estrangeiros diretos) para o país.

 

Mais informações para a imprensa:

Dehlicom – Soluções em Comunicação Empresarial

Deborah Rezende

deborah@dehlicom.com.br | 11 4106 4127 | 11 970206159

Elaine Cristina Alves

elaine@dehlicom.com.br | 11 4106-4127 |11 98719-6918